segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Estou aqui a testar a App do Blogger para iPhone

E não é nada de jeito!


A edição é má, muito má! Alias, a única edição é negrito e itálico. Dá para emergências, unicamente! O que é mau!

domingo, 25 de agosto de 2013

O meu pai tem a mania de falar alto enquanto trabalha!

E é o que está a acontecer exactamente agora!


Estou eu aqui no pc, entre Facebook, Tumblr, mail, Skype - pessoa sociável, sqn - e o meu pai a fazer os relatórios dele e a dizer "hum, isto é assim, não é?", "ora, X esteve na reunião e disse blá blá, não foi?"... E faz contas de cabeça em voz alta, e "dita" o que está a escrever.
Que irritação. Primeiro não vejo puto do que ele está a fazer porque ele está à minha frente, segundo não estive na reunião e muito menos conheço o X, terceiro não percebo um rabinho do que ele está a dizer e muito menos me interessa, já bastam as minhas coisas! Mas ele não era assim antes! Foi há pouco tempo que começou com esta mania!

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Das mensagens espirituais!

Não gosto nada daquelas mensagens de corrente, espirituais, sei lá como definir isso...

Tipo isto:

Ou isto:

Mas para mal dos meus pecados, um dos meus comerciais decidiu começar a enviar uma coisa destas todos os dias! Para o mail do escritório... O mail com que trabalho e onde não o posso marcar como spam porque trabalho com ele.

E isto irrita-me. Acho que não há necessidade. A mim não motiva, se for esse o propósito!

domingo, 18 de agosto de 2013

Noites que acabam, dias que começam

Chego a casa, o relógio marca 04:15h, abro a porta de mansinho, de modo a fazer o menor ruído possível. Entro devagar, fecho a porta enquanto seguro o trinco e eis que vejo a luz da cozinha acesa. Olho para a cozinha, pai a tomar o pequeno-almoço. Pergunto de imediato:

- "Onde é que vais a esta hora?"

Ele olha para mim e responde:

- "Não deveria ser a perguntar de onde é que vens a esta hora?"

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Pode ser tara... Ou fascínio mesmo!

Cada vez que ouço o actor João Loy a falar paro tudo o que estou a fazer - mesmo que o assunto não me interesse - só para o ouvir.

Oiçam comigo:



Então? Percebem o meu fascínio? Não?... OMG, que é da vossa infância?

E assim:




Aaah, agora perceberam! Oiçamos e recordemos:


Se não são do tempo... Lamento, mas tinha de partilhar!

Bom Dia Caféolicos!

Nem se me acredito que é feriado! Opá tão bom! Quero disto todos os dias! Acordar sem pensar em trabalho. acordar por mim, sem despertador ou a mãe a chamar!

imagem
O meu feriado vai ser básico: net, almoço, visita ao avô, jantar e net! E o vosso?

terça-feira, 13 de agosto de 2013

O que é que costumam fazer quando estão a morrer de tédio?

imagem
Eu normalmente continuo a morrer de tédio porque raramente encontro algo interessante para fazer!
Sou uma triste!

Um brinde aos recomeços!

Quando criámos este blogue tínhamos uma ideia muito concreta do que queríamos, não em termos de temas a escrever, mas no sentido em que sabíamos que era aqui que podíamos dar largas à imaginação e escrever sobre tudo ou sobre nada, divagar, aparvalhar... A ideia de ter um blogue em conjunto era animadora. Não tínhamos que vir cá sempre, éramos quatro e o blogue, supostamente, seria fácil de manter activo e actualizado. Mas o "não ter que vir cá sempre" depressa se transformou em "não vir cá nunca" e as coisas foram ficando assim, vá, abandalhadas... 

Houve alturas em que tive pena, mas o tempo não estica e o meu próprio blogue começou a andar pelas ruas da amargura... 

Andou um bocado à deriva, o Conversas de Café, mas espero que agora o consigamos levar a bom porto...

E, claro, contamos com vocês que nos lêem, os maiores resistentes desta jornada, para nos acompanharem e ajudarem nesta nova fase.


[E é seguir também a página do facebook Conversas de Café]

Só para não parecer que isto é um post de publicidade, vou deixar aqui uma música a acompanhar o pedido que vos vou fazer!

(nossa, que título)
Porque estou viciadíssima nesta música!



E não, não é publicidade ao meu blog. Simplesmente decidi escrever sobre uma coisa que, desde há uns anos, me atormenta um pouco. E gostava de saber se há por aí alguém que me possa ajudar! CLIQUEM AQUI SFF!

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Conhecem a Sofia?

A Sofia gosta de escrever, gosta muito, gosta das palavras, de histórias, de palavreado elaborado e de registar momentos... Sim, é essencialmente por isso que a Sofia gosta de escrever, porque gosta de registar momentos. E perguntam vocês à Sofia, "E a memória, as lembranças, o que fica desses momentos, para que serve?" e a Sofia decerto vos responde: "E se a memória me falhar?". E é por isso que escreve, e mesmo quando os posts da Sofia não aparecem aqui ou no blogue dela, ela continua a escrever e a deixar em rascunho... Ela faz muito isso, escreve e deixa em rascunho e espera para partilhar outro dia, noutra altura, quando o que lá está forem apenas palavras, meras palavras ou quando o sentimento que lhes está associado não for mais que uma memória de algo que foi importante, demasiado importante para não ter sido registado.

A Sofia tem pela escrita o mesmo gosto que tem pela fotografia. Porque na vida, pelo menos na dela é assim, tudo se resume a momentos.

E é por isso que a Sofia anda desaparecida da blogosfera, mas ela continua a vir cá, de vez em quando, continua a ler o que escrevem, neste último mês tem sido difícil porque o portátil dela resolveu avariar, e escrever no tablet não lhe dá muito jeito, mas ela pretende voltar... 

Enquanto isso podem acompanhar a Sofia, de forma mais regular, no facebook da página do blogue - devaneios.infundados.

Vocês gostam do que fazem?

Eu não!

daqui
Aliás, estou mesmo naquela área que sempre disse que não. Tenho um escritório de seguros. Sim, tenho. É meu, trabalho sozinha, por conta própria. O meu pai já trabalha na área há mais de 20 anos, e adora. E como eu não arranjava emprego na minha área - jornalismo - ele decidiu abrir o escritório com vista na reforma dele. Quando ele se reformar vir trabalhar para aqui. Mas até lá sou eu que aqui estou. E detesto. Nunca gostei. A profissão do meu pai sempre o fez estar ausente semanas após semanas. Hoje em dia ele vem a casa apenas nos fim-de-semanas. Eu nunca quis isso para mim, se bem que as funções de ambos são diferentes. Mas não gosto, sempre disse para mim mesma que nunca entraria numa coisa destas.
Mas entrei. Isso ou desemprego. Não me queixo de ter trabalho, queixo-me do trabalho em si. Os meus melhores dias são sexta depois das 18h, Sábado e Domingo. Segunda começa a tortura.
Mas eles - os meus pais - sabem disso. A minha sorte é que posso divagar na internet, caso contrário daria em doida!

domingo, 11 de agosto de 2013

Conversas de Café


Confesso que fiquei surpreendida com todas as pessoas que disseram "presente" no post anterior! Eu tornei-me uma desligadona - como diz a minha mãe sobre pessoas que não ligam a uma determinada coisa - no blog. Não só neste, mas no meu pessoal também.
O Conversas de Café nasceu - se bem me lembro - da minha vontade de ter um blog "comunitário" - como quem diz... - Algumas pessoas a escrever no mesmo blog, com o opiniões e vidas diferentes. A Sofia, a Things - que agora é Alexandra -  e a Miss Crises juntaram-se à coisa e lembro-me - sim porque eu tenho uma memória, não digo de peixe, mas de... Enfim, não é das melhores - que a Sofia se empenhou imenso na ideia e na criação do blog. Obrigada à Sofia por isso!
Eu fui deixando de ter vontade - a.k.a. paciência - para escrever e para comentar outros blogs, confesso. E, por isso, tanto o meu blog como este - pela minha parte - foi morrendo. Tadinhos!

Mas prontoooooooooo... Agora parece que voltei e quero por isto a andar. Já vi que - para além da Miss que apagou o blog - tanto a Sofia como a Alexandra (Things) têm os blogs delas também desactualizados! Se por acaso estiverem por aí, meninas, dêem sinal de vida!